Depoimentos

Anna Maria Mello - 48 anos

Encontrei no Mamas do Amor uma solução prática e confortável para utilizar enquanto não posso fazer minha reconstrução .
Hoje graças a vocês, saio nas ruas de peito aberto , com autoestima recuperada para enfrentar a vida ,pois ainda tenho muito o que fazer por aqui...

Elizabeth Bustamante - 47 anos

É inexplicavel a sensaçao da mastectomia. É um mix de sentimentos, por um lado o alivio ao se livrar de um cancer e o mesmo tempo uma tristeza ao se perceber mutilada. Mas se é inevitavel, ha de se encontrar a melhor forma de se encarar a nova realidade do seu corpo. E nessa busca por tentar preencher um espaço na minha roupa, no meu soutien, na minha mente, na minha alma e no meu coraçao conheci a Fernanda e seu
Projeto Mamas do Amor, onde alem de usuaria das proteses de alpiste, tambem sou voluntaria e me realizo cada vez que fecho uma caixinha com um par de mamas, pois ali alem do alpiste e das meias de nylon vai todo meu carinho, solidariedade e comprensao para uma outra pessoa, que esteja onde estiver, saberá que nao está sozinha nessa batalha. Juntas somos mais fortes!!!!

Silvânia Alencar - 55 anos

Descobri um nodolo, pequeno, em2008,fui ao medico e drscobri q era benigno e tinha q tirar,em junho do mesmo ano tirei,3 meses depois,surgiu um bem maior, fiquei drdesperada,mas mesmo assim com o apoio da minha familia fui enfrente,fiz biopsia,em em janeiro de 2009 fiz a mastectomia,pois era um cancer maligno,destruidor(sarcoma).Chorei, me desesperei,pois achei q ia morrer.mas como Deus e maravilhoso,hoje estou aqui lhes dando esse depoimento.Estou bem, continuo em tratamento,nao fiz reconstrucao.Por isso quero uma mama do bem.

Silvana Vilanova - 48 anos

Recebí as mamas, gostaria de agradecer pela gentileza que deus continue te abençoando Fernanda imensamente, parabéns pela iniciativa.